Quando criança, você já brincou de pega-varetas? Trata-se de um jogo de destreza manual em que os jogadores devem retirar de um emaranhado de varetas coloridas apenas uma por vez, sem deixar que as outras peças se movam. Lembra-se dele?

Você sabia que ao tentar consertar um iPhone sozinho, você está correndo os mesmos riscos? Não? Pois é exatamente isso. O aparelho possui peças frágeis e com funções extremamente interligadas. Isto é, mexer em uma parte pode implicar o mal funcionamento de outra.

A diferença entre o jogo e o conserto, porém, é que no caso do conserto, você pode perder seu aparelho. Pensando em não deixar você cometer esse tipo de erro, no texto de hoje, vamos tratar sobre quais são os perigos de tentar trocar peças ou consertar um iPhone sozinho. Vamos lá?

A maioria das peças falsificadas não passa em testes de segurança da Apple

Às vezes, por se tratar de problemas pequenos, aparentemente menos importantes, muitas pessoas acham que é possível comprar peças de segunda mão ou falsificadas e realizar a troca por conta própria. Entretanto, essa pode ser uma escolha ruim.

Para você ter uma ideia, uma pesquisa recente constatou que 99% das peças e acessórios não oficiais da Apple não passam em testes de segurança.  O Chartered Trading Standards Institute (CTSI) — grupo de proteção dos consumidores do Reino Unido responsável pela pesquisa — alertou ainda que esse tipo de peça pode sobrecarregar o aparelho, causar curtos e ou choques elétricos.

Adicionalmente, outras pesquisas alertam que, nas versões mais atuais, uma peça não oficial pode inutilizar completamente os aparelhos.

Ao desmontar o iPhone, é possível que você não consiga remontá-lo

Tem pessoas que — como diz um velho ditado — conseguem desmontar um fogão, montar novamente, e ainda sobram peças para uma geladeira. Pois é, não caia nessa! Embora existam diversos tutoriais sobre a temática espalhados pela internet, ao tentar desmontar um iPhone sozinho, existe uma grande chance de não conseguir remontá-lo.

Especialistas estudam (e muito!) para oferecer esse serviço. Isso porque a montagem e a desmontagem do aparelho exigem uma gama de conhecimentos: flash, métodos de desbloqueios, práticas de formatação, informações sobre as atualizações de firmware, além do entendimento técnico sobre eletrônicos. Ou seja, profissionais especializados sabem desmontar, montar, configurar e, em alguns casos, customizar cada aparelho.

Os softwares ou aplicativos de limpeza de origem desconhecida podem infectar seu aparelho

Não raramente, você poderá se deparar com alguns sites indicando softwares ou aplicativos de limpeza como um caminho para que você consiga consertar um iPhone sozinho. Novamente: não caia nessa!

O iPhone não pode ser infectado por vírus, pois nenhum aplicativo é capaz de alterar o sistema do aparelho. Entretanto, existem os malwares que podem vir disfarçados de aplicativos normais. Esses, por sua vez, induzem o usuário a utilizá-los e, em seguida, tentam roubar os contatos, e-mails, mensagens e outros dados pessoais.

Viu como pode ser perigoso se arriscar a consertar você mesmo um iPhone? Agora que você entende quais são os perigos de tentar trocar peças e consertar um iPhone sozinho, já pode entrar em contato com a iCaiu e ver quais são as opções de serviços de assistência técnica para iPhones e iPads que oferecemos. Basta acessar nosso site!