Comprar um celular novo é um desejo de muitos, mas nem sempre o bolso consegue acompanhar os altos preços dos aparelhos da Apple no país (ou mesmo fora dele). Por isso, é grande o risco de acabar adquirindo um iPhone falso, que não tem a qualidade e os recursos dos originais da maçã.

Separamos algumas dicas que você pode usar para identificar se um iPhone é original ou não, já na hora da compra. Confira!

Verifique o IMEI e o número de série

Todo celular tem um número IMEI — uma identificação universal e única daquele aparelho. Você pode ver qual é o do iPhone que você está comprando entrando em Ajustes > Geral > Sobre. Aparelhos originais mostram o mesmo número nos seguintes locais:

  • na parte de trás da caixa;
  • na bandeja do cartão SIM;
  • em suas configurações.

Além disso, nessa mesma seção, você também pode encontrar o número de série do iPhone, uma outra identificação única ligada aos sistemas da Apple. Com esse número, é possível identificar se o aparelho está na garantia por meio do site oficial. Caso ele não esteja disponível ou o modelo apresentado seja diferente, o aparelho que está em suas mãos não é original.

Observe o sistema operacional e a loja de apps

Uma das marcas dos dispositivos móveis da Apple é o seu sistema operacional, o iOS, que é o único suportado por todos os modelos de iPhone já lançados.

Os modelos falsos de celular sempre apresentam outro sistema, como, por exemplo, uma versão alterada do Android, com um visual que apenas lembra o iOS. Para conferir a versão do iOS instalada no aparelho, vá novamente em Ajustes > Geral > Sobre e olhe o campo “Versão”.

Outra característica dos dispositivos da Apple é a famosa App Store, exclusiva do iOS. Caso o celular apresente uma loja de aplicativos diferente, desista da compra, pois trata-se de um iPhone falso.

Confira os recursos do iPhone

Em cada geração nova do iPhone, a Apple sempre mostra novos recursos exclusivos. Modelos falsos do aparelho não trazem essas mudanças, e você pode verificá-las na hora da compra.

A partir do iPhone 7, o botão central do aparelho tem a tecnologia Touch ID, que permite a leitura de digitais. Vá ao app Ajustes, na opção Touch ID e tente cadastrar sua digital antes de comprar para verificar o recurso.

Outro item válido para testes é o 3D Touch, presente a partir do iPhone 6s. Tente pressionar o botão da câmera com mais força que o normal e cheque se opções como “Tirar Selfie” e “Gravar Vídeo” aparecem.

Por fim, verifique a presença da assistente pessoal Siri em modelos a partir do iPhone 4s. Caso ela esteja desativada, ative-a em Ajustes > Geral > Siri. Caso ela não possa ser ativada ou não esteja presente, o dispositivo é falso.

Analise as características do aparelho

Vários modelos e cores estão disponíveis para cada modelo de iPhone, mas nem sempre todos os modelos têm uma característica específica. Por exemplo, você nunca vai ver um iPhone 8 ou 8 Plus com 128 GB de memória interna, a não ser que seja falso. Este site da Apple mostra essas informações para todas as gerações.

Além disso, há recursos que nunca estiveram presentes no iPhone e são grandes indicativos de produtos falsos, como:

  • antena de TV;
  • suporte a dois cartões SIM (dual chip);
  • expansão da memória interna

Fique atento!

Agora você saberá identificar um iPhone falso na hora da compra e sempre terá produtos de qualidade com você.

Quer mais dicas para cuidar do seu dispositivo Apple? Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades!