Mercado de tablets cresce, mas é freado por crise de chips

Entenda a relação da pandemia de covid-19, do home office e da Revolução Digital com […]

Publicado em: , por Lucas Eliel

Entenda a relação da pandemia de covid-19, do home office e da Revolução Digital com o aumento no mercado global de tablets, como o iPad

Com o crescimento da divisão no segundo trimestre de 2021, o mercado global de tablets está em alta. Ao menos, é o que demonstram os dados da empresa de consultoria Strategy Analytics.

De acordo com o relatório, a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) pode ter sido decisiva para este resultado. Isso porque, com as medidas de quarentena e isolamento social estabelecidas por governos de todo o mundo, as pessoas se viram obrigadas a adotar novos hábitos.

Para conferir todos os detalhes desta notícia, basta continuar a leitura deste conteúdo elaborado pela equipe de conteúdo do canal iCaiu. Vamos lá!

A pandemia e o Home Office

Para se ter ideia, apenas no Brasil, o home office — ou teletrabalho — foi a estratégia adotada por 46% das empresas durante a pandemia, conforme levantamento da Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19 e divulgado pela Agência Brasil.

Home Office cresce no Brasil. Imagem: Pixabay

O estudo, elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), coletou  dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil no mês de abril de 2020, auge da chamada “primeira onda” da pandemia no País.

Já um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) constatou que o trabalho remoto poderá envolver mais de 20,8 milhões de pessoas. Isso inclui ao menos 22,7% das profissões por aqui.

A pandemia e a Revolução Digital

Os números demonstram uma realidade: a pandemia de Covid-19 impulsionou a já esperada Revolução Digital.

Covid-19 “mudou a cara” do Brasil e do mundo. Imagem: Pexels

Segundo pesquisa exposta pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) com o Movimento Compre & Confie, o e-commerce no Brasil teve um aumento de 56,8% no faturamento nos 5 primeiros meses de 2020 em comparação ao mesmo período no ano anterior.

Crescimento no mercado global de tablets

De acordo com a Strategy Analytics, o modelo híbrido de trabalho — com as pessoas passando cada vez mais tempo em casas — deu uma sobrevida ao mercado de tablets, como o iPad da Apple.

Ainda segundo a pesquisa da Strategy Analytics, ao todo, foram vendidos 45,2 milhões de tablets no trimestre, um aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2019.

Crise de chips afeta o mercado de eletrônicos, como os tablets

Verdade seja dita, o crescimento no mercado de tablets poderia ser ainda mais expressivo, não fosse a escassez global na indústria de chips — resultado da pandemia de Covid-19; crise que foi responsável pela diminuição dos estoques e, consequentemente, pela disponibilidade das fabricantes.

Mercado global de tablets foi afetado pela crise de chips. Imagem: Pixabay.

No setor de eletrônicos, a consultoria KPMG estima que o preço dos smartphones, por exemplo, pode subir 15% por causa desse problema.

Ao que tudo indica, a crise de chips mais complexos deve continuar até 2022. A própria Intel, uma das maiores fabricantes do produto, admitiu que serão necessários “alguns anos” para a indústria recuperar seu equilíbrio.

Dados do Relatório da Strategy Analytics

Com 35% do mercado, a Apple segue a líder do segmento, conforme demonstraram os dados da Strategy Analytics. Depois da Apple, vem, respectivamente, a Samsung (18%), Lenovo (10%), Amazon (9%) e Huawei (5%).

Ainda segundo o relatório, as quatro primeiras da lista (Apple, Samsung, Lenovo e Amazon) registraram crescimento no período. Vale destacar os 67% a mais da chinesa Lenovo e a manutenção da Samsung na vice-liderança (logo depois da Apple) com modelos como o Galaxy Tab S7.

Apple segue líder do mercado global de tablets. Imagem: Pexels

Neste sentido, vale destacar também que a Samsung foi uma das marcas Android que mais ganharam com as quedas da Huawei, tanto no mercado de tablets como de smartphones. O motivo? As sanções comerciais do governo dos Estados Unidos.

Agora que você já está por dentro do assunto, compartilhe este conteúdo com os seus amigos e amigas.

Para receber todos os nossos conteúdos de graça e em primeira mão, basta se inscrever agora no Canal iCaiu. Somos especialistas no Universo Apple. Até mais!

Mais Notícias

Todos os posts carregados