Chineses preferem migrar para Android do que ficar com iOS sem WeChat

Governo norte-americano ameaça banir apps chineses da App Store e proibição pode “empurrar” 95% dos usuários chineses para o Android.

Publicado em: , por Thaís Augusto

Governo norte-americano ameaça banir apps chineses da App Store e proibição pode “empurrar” 95% dos usuários chineses para o Android.

Decreto do governo norte-americano pode remover app de mensagens da App Store

RESUMO DA NOTÍCIA:

  • Em decreto, os Estados Unidos deu 45 dias para que apps chineses, como WeChat e TikTok, sejam vendidos para empresas norte-americanas
  • No texto, o governo cita preocupações com a “segurança nacional” e diz que os apps capturam dados privados dos usuários
  • Se o app de mensagens WeChat for removido da App Store, 95% dos usuários do iPhone na China deixariam o iOS pelo Android

Na China, usuários estão dispostos a trocar o iOS pelo Android. O “alvoroço” tem nome: o WeChat, popular aplicativo de mensagens no país asiático. Tudo começou depois que o presidente Donald Trump (EUA) assinou um decreto para banir apps chineses como o próprio WeChat e o TikTok da App Store.

Na ordem, publicada no início de agosto, Trump aponta que os apps representam “severo risco” para a segurança nacional e estabeleceu um prazo de 45 dias para que as empresas proprietárias, ByteDance e Tencent, vendam WeChat e TikTok para empresas dos Estados Unidos.

“Os aplicativos capturam automaticamente vastas faixas de informações de seus usuários e essa coleta permite que o Partido Comunista acesse informações pessoais e proprietárias dos estadunidenses”, afirma o decreto. “[Isso permite que a China possa] rastrear a localização de funcionários e contratados federais, criar dossiês com informações para chantagem e realizar espionagem corporativa”.

Mas, enquanto o futuro do WeChat é incerto, a Microsoft já demonstrou interesse em comprar as operações do TikTok. Do contrário, ambos aplicativos podem acabar removidos das lojas virtuais da Apple a partir de 20 de setembro — com poucos esclarecimentos do governo norte-americano, ainda não se sabe se a ordem afetará usuários de todo o mundo ou apenas dos Estados Unidos.

De acordo com decreto norte-americano, os apps WeChat e TikTok devem ser comprados por empresas do país.
De acordo com decreto norte-americano, os apps WeChat e TikTok devem ser comprados por empresas do país. Foto: Andrew Harrer / Bloomberg

Agora, uma pesquisa da Bloomberg afirma que 95% dos chineses trocariam o iOS por um Android caso o WeChat fosse removido da loja virtual. Um dos usuários declarou que o iPhone viraria um “lixo eletrônico” sem o aplicativo de mensagens.

“Minha família, minhas compras, meus documentos estão todos no WeChat. A minha vida está na plataforma”, lamentou outro usuário do iPhone. Vale ressaltar que, na China, o WeChat é o equivalente ao WhatsApp.

Enquanto as circunstâncias do decreto norte-americano continuam nebulosas, a Apple indicou que vai ignorar a ordem executiva — pelo menos na China.

Um cenário que inclui a remoção do WeChat da App Store não é nada positivo para a Apple: além de enfrentar uma migração em massa de usuários do iOS para o Android, as vendas de iPhones na China também seriam impactadas. Segundo o analista financeiro Ming-Chi Kuo, as remessas de smartphones da Apple poderiam cair até 30%.

As perdas financeiras não param por aí. Ainda de acordo com a previsão, outros produtos da Apple, como o iPad, Apple Watch e AirPods, sofreriam queda de 15% a 25% nas vendas. Com menos remessas, até empresas da cadeia de suprimentos da Apple enfrentariam dificuldades. É o efeito dominó.

Caso o WeChat seja removido apenas da App Store norte-americana, as remessas globais do iPhone devem cair de 3% a 6%. Já a venda de outros produtos da marca seriam afetados em menos de 3%.

Além de mensagens instantâneas, usuários do WeChat conseguem realizar pagamentos e até fazer compras. São mais de 1,2 bilhões de usuários ativos mensais do app na China.

Se você gostou desse artigo e de outros em nosso canal, assine nossa newsletter e compartilhe com seus amigos e amigas!

Mais Notícias

Todos os posts carregados