De volta para o… fax? Novo app permite o envio sustentável de documentos usando o iPhone

O Fax parece estar de volta e trazendo com ele uma nova forma de enviar documentos preservando o meio ambiente. Conheça o novo aplicativo, o EcoFax.

Publicado em: , por Thaís Augusto

Imagem EcoFax no iPhone sobre a mesa

O aplicativo EcoFax compensa o uso de papel com o plantio de novas árvores

RESUMO DA NOTÍCIA:

  • O EcoFax permite que usuários do iPhone enviem Faxes usando apenas o smartphone
  • Com proposta sustentável, desenvolvedora do app promete plantar árvores para compensar o uso de papel
  • O Fax, considerado ultrapassado, tem 45 milhões de máquinas ativas no mundo e continua atual em países como Estados Unidos e Japão

Um novo aplicativo promete modernizar o envio de documentos via Fax . Não, você não leu errado: ainda que carregue a fama de “tecnologia ultrapassada” o Fax é comum em países como os Estados Unidos e o Japão — em todo o mundo, são cerca de 45 milhões de máquinas de Fax ativas, de acordo com estimativas da Check Point.

Com o EcoFax , usuários conseguem transmitir recados e arquivos em segundos, afirma a desenvolvedora. Assim, o app também dispensa a necessidade de uma máquina de Fax pelo remetente da mensagem.

Como usar o aplicativo?

Primeiro, você resgata um arquivo do seu Rolo de Câmera, iCloud ou escaneia o novo documento com a câmera do iPhone. Se precisar, o app permite pequenas alterações no arquivo, como o Recorte. Depois, é só digitar o número de Fax do destinatário em qualquer lugar do mundo e acompanhar o envio pelo EcoFax. Fácil, né?

Interface do app EcoFax, disponível apenas para iOS

Mas aqui cabe uma ressalva. Apesar do download gratuito, o aplicativo funciona por pacotes . Você compra a quantidade de documentos que quer enviar: o mais barato permite o envio de 10 páginas e custa pouco mais de R$ 26. Se precisar encaminhar até 200 páginas, o preço sobe para R$ 320. Uma alternativa mais em conta ao EcoFax é o app Fax Burner que oferece o envio de até 5 páginas e o recebimento de até 25 por mês sem custo algum

Como indica o nome do aplicativo, a proposta também é reduzir o impacto ambiental do corte de árvores para a produção de papel. No processo da EcoFax, o remetente não precisa imprimir ou desperdiçar folhas, mas, do outro lado, o destinatário ainda recebe em mãos um documento físico.

Para equilibrar a balança, o aplicativo firmou parceria com a fundação Trees For The Future e garante que vai contribuir com o plantio de novas árvores todo mês. De acordo com a desenvolvedora, serão plantadas árvores na mesma proporção de uso do EcoFax.

Não dá pra negar que a ideia é boa, mas, a essa altura, você deve estar com a mesma expressão do personagem Michael Scott, da série The Office . Depois de ser avisado pelo chefe que receberia detalhes para uma contratação por Fax, Michael brinca: “Por que não manda por um dinossauro?”.

Imagem The Office Michael Scott falando sobre o uso de Fax
Episódio 5×13 da série americana The Office

Fugindo das ameaças do mundo digital

Podemos definir o Fax em uma só palavra: sobrevivente. A máquina conseguiu manter sua relevância mesmo com a chegada do e-mail, impressora e dispositivos mais avançados. O “fenômeno” pode ser explicado pela desconfiança que muita gente ainda sente em relação
a internet. Como o Fax não executa arquivos, fica livre de vírus e dificulta o roubo e interceptação de informações. Não é difícil entender o questionamento num mundo onde quase todos se perguntam: “Será que o smartphone escuta minhas conversas?”.

Foi assim que o Fax virou sinônimo de segurança e se espalhou rapidamente por hospitais, escritórios governamentais e forças policiais. Em hospitais dos Estados Unidos, 75% das comunicações são via Fax, segundo dados do site Vox. Situação semelhante encontramos nos hospitais que compõe o Sistema de Saúde do Reino Unido.

A diferença é que, na Terra da Rainha, a expectativa é de que as máquinas se tornem obsoletas até o final de 2020. O governo anunciou há dois anos a proibição de compra de novos Faxes. A situação é diferente no Japão, onde a máquina continua atual e é usada em quase 50% dos lares.

E se mesmo assim você continua achando que o Fax não passa de uma máquina ultrapassada, experimente buscar no Google “[nome da empresa] + Fax”. Alerta de spoiler: até corporações brasileiras disponibilizam o número em seus sites.

Assim como tantos outras máquinas, o Fax vem se atualizando. Os mais atuais carregam, além de um scanner capaz de ler imagens e as transformar em arquivos digitais, um modem para converter estes arquivos em sinais elétricos e a linha telefônica, responsável por transmitir os sinais para outro Fax.

Mais Notícias

Todos os posts carregados