Afinal, vale a pena comprar um iPhone?

Não é de hoje que vemos aquela velha batalha de iPhone vs celulares com Android, mas, afinal, qual é a melhor escolha?

Publicado em: , por Bia Lemos

A Apple tem milhões de fãs espalhados pelo mundo. Gente disposta a passar a noite na rua em um inverno rigoroso apenas para levar para casa o mais novo iPhone. 

Dificilmente quem adquire um smartphone da Apple o troca por um aparelho da concorrência. Ainda assim, há quem defenda a tese de que os iPhones são celulares comuns, superestimados apenas por conceder um status a quem o utiliza, como qualquer artigo de luxo. 

Mas será que esse é o segredo do sucesso da Apple? Vale a pena comprar um iPhone? Se você está em dúvida, confira abaixo os prós e os contras.

Prós

 Tecnologia de ponta

A Apple se destaca em tudo que faz, isso é fato. A tecnologia empregada em seus dispositivos eletrônicos revoluciona o mercado e faz com que a concorrência se mexa para acompanhar a fabricante. São inúmeros os exemplos, mas vamos ficar com um que deu muito certo: o Touch ID, leitor de impressões digitais introduzido a partir do iPhone 5s. Embora alguns celulares Android também tenham sido equipados com essa função na mesma época, o sensor da Apple sempre foi mais eficiente por reconhecer a digital do usuário em uma fração de segundos.  

Design

Simplicidade é o caminho. A filosofia de que menos é mais, é muito sólida nos produtos lançados pela Apple. A cada novo iPhone, a fabricante investe em um design objetivo, funcional e, ao mesmo tempo, sofisticado. Em alguns modelos, apenas o Touch ID, as teclas de volume e de bloqueio de tela. Nos mais recentes, até a o botão da home foi extinguido, tudo isso para simplificar o smartphone e propiciar a melhor experiência ao usuário. 

Se ficamos cada dia mais conectados, fazendo chamadas de vídeo, assistindo tutoriais, navegando na web, nada mais justo que aumentar a tela e oferecer ao usuário a qualidade e a ergonomia que dificilmente é encontrada em aparelhos da concorrência. Por isso, os novos smartphones da maçã possuem um visor maior e mais atraente. 

Segurança

O esforço da Apple para garantir a segurança e privacidade dos usuários é um ponto forte que merece ser destacado. Todos os aplicativos disponíveis na App Store passam por um rígido controle de qualidade para verificar se há alguma ameaça que coloque em risco os dados armazenados no iPhone. Vale ressaltar, também, a ferramenta de rastreio do aparelho, o “buscar iPhone”, muito útil em casos de perda, furto ou roubo do seu smartphone.

Contras

Preço

Sem sombra de dúvidas esse é o principal impeditivo para a popularização massiva dos smartphones da Apple. Por uma questão de posicionamento de mercado, o smartphone é naturalmente caro, mas no Brasil, devido aos numerosos impostos, a família de iPhones custa uma pequena fortuna, e, por isso, fica apenas nos planos de muita gente. 

Memória

A Apple não oferece a opção de adicionar um cartão de memória aos iPhones. Portanto, se você precisa de bastante espaço de armazenamento, melhor pensar com calma nessa questão. Até porque, quanto maior a capacidade, mais caro o aparelho. Uma solução funcional é armazenar os arquivos no iCloud para liberar memória no dispositivo. 

Acessórios a parte 

Além do preço salgado para a realidade da maioria dos brasileiros, se o usuário quiser mais comodidade para desfrutar das funcionalidades do iPhone, vai ter que investir ainda mais. Após eliminar a entrada para fones de ouvido em 2016, com o iPhone 7, passou a ser impossível ouvir música com o acessório e carregar o aparelho, simultaneamente. Como a fabricante não dá ponto sem nó, lançou o AirPods, fone sem fio que permite que o usuário faça as duas coisas. Essa comodidade tem um preço e custa alguns milhares de reais.

E aí, mudou de opinião? Para você vale a pena investir em um iPhone? Se você curtiu esse texto e quer ficar por dentro do universo da Apple, continue nos acompanhando por aqui!

Mais Notícias

Todos os posts carregados