5 problemas de aparelhos Apple que não têm reparo

Aparelho Apple com problemas? Quer saber se vale a pena consertar? Descubra o que pode estar acontecendo e como resolver gastando pouco!

Publicado em: , por Lucas Eliel

Você já ouviu aquele ditado “só não existe solução para a morte?”. Se tratando de produtos eletrônicos em geral — e também dos aparelhos da Apple —, esse ditado também é válido.

Mas como será que podemos “decretar a morte” de nossos companheiros de todos os dias, sejam eles iphones, Mac, Apple Watch e todos os outros produtos da maçã?

Ainda que grande parte dos problemas possua conserto, alguns deles acabam saindo muito caros, o que pode fazer com que você seja obrigado a aposentar seu iPhone ou Mac mais cedo do que gostaria.

É sobre isso que falaremos hoje. Confira neste conteúdo os 5 problemas de eletrônicos da Apple que não têm reparo.

1 – Placa mãe danificada

Um dos grandes terrores de qualquer dono de eletrônicos, sejam eles smartphones, notebooks ou qualquer outro aparelho inteligente, é uma placa mãe danificada.

A placa mãe é um dos principais componentes dos eletrônicos, responsável por permitir a comunicação entre a memória, HD, fonte de energia, processador, cooler e todos os outros componentes.

Daí a gente consegue perceber o quanto uma placa mãe danificada pode significar para o seu aparelho. Sem ela, seu computador ou celular seriam apenas um amontoado de peças inúteis para o uso.

Placa mãe danificada: Assistência Técnica Apple Especializada pode resolver. Fonte: Pixabay.

Os motivos para que a placa mãe apresente problemas são inúmeros. Alguns deles, mais simples de resolver, como o acúmulo de sujeiras ou, no caso de um Mac, placa de vídeo ou memória mal instaladas. Há outros, porém, mais complexos, como curto-circuito, energia insuficiente, superaquecimento, cabos de energia mal instalados e conflitos de hardware.

Em outras palavras, se, por algum motivo, seu aparelho parar de ligar ou começar a travar e desligar sozinho, isso é motivo de preocupação.

Isso não significa, necessariamente, que ele não tem reparo, mas, dependendo da gravidade do dano à sua placa mãe, o valor do conserto pode obrigá-lo a aposentar o seu aparelho antes do que você imaginava. Sem perda de tempo, leve a uma Assistência Técnica Apple Especializada e avalie.

2 – Celular caiu na água

Esse é um daqueles problemas que a gente fica com raiva de nós mesmos. Usar o iPhone enquanto se toma banho é sempre um perigo. Tomar um suco enquanto trabalhamos com nosso Mac é “dar sopa” ao azar. 

Afinal, ainda que seu iPhone ou Mac estejam na garantia, acidentes que envolvam água acabam sendo considerados como mau uso dos aparelhos. Isso mesmo! Você perde sua garantia ao deixar, ainda que sem querer, a água entrar em contato com ele.

Acidentes com água podem danificar aparelhos Apple. Fonte: Pexels.

E se você pensou em usar aquele “jeitinho brasileiro” e fingir que o celular, simplesmente, parou de funcionar, sinto lhe informar que isso também não dará certo. Smartphones e tablets possuem um mecanismo que avisa se algum líquido entrou em contato com eles. Portanto, nada de truques.

Há, entretanto, algumas dicas caseiras para que você possa tentar salvar o aparelho antes que o pior aconteça:

  • Não tente, em hipótese alguma, ligar o aparelho logo após ele ter sido molhado;
  • Abra os componentes que forem possíveis, retire a bateria e, no caso do iPhone, o chip;
  • Retire o excesso de líquido com um aspirador de pó (não use um secador);
  • Coloque seu aparelho em um recipiente e cubra-o com arroz cru. Deixe-o lá por, pelo menos, 10 horas. O arroz deverá sugar toda a umidade;
  • Agora, sim, tente ligar o aparelho e torça muito para que o pior não tenha acontecido. E lembre-se: água e eletrônicos não são amigos.

3 – Queda com danificação grave da estrutura

Quedas de aparelhos, principalmente de celulares, são comuns. Algumas delas, especialmente em iPhones com película e capinha, não causam nem um “arranhãozinho” no nosso companheiro.

Há outras, porém, que podem causar problemas graves na estrutura do aparelho, seja na tela, em seu esqueleto, ou componentes internos.

iPhone danificado por queda: como resolver? Fonte: Pixabay

O principal problema das quedas é que a garantia, mais uma vez, não as cobre. Afinal, o contrato considera que isso é mau uso do aparelho por parte de seu dono, anulando qualquer possibilidade de acordo.

A dica, nesse caso, continua sendo a mesma: leve a uma Assistência Técnica Apple Especializada e verifique o custo. Em muitos casos, não é preciso aposentar seu iPhone ou Mac de forma antecipada.

4 – Superaquecimento

Aqui vale a pena pontuar que há uma grande diferença entre aquecimento e superaquecimento.

Quando um aparelho simplesmente aquece, é só um momento de atenção, um aviso de que há algo um pouco fora da normalidade. Muitos eletrônicos já possuem dentro de seu sistema mecanismos para que esse aquecimento seja reduzido, como a diminuição dos aplicativos em funcionamento ou limitações do sistema.

Já o superaquecimento é um aquecimento fora dos parâmetros normais, quando nem os mecanismos de defesa e nem o próprio cooler conseguem dar conta.

iPhone com superaquecimento: um caso de urgência para Assistência Técnica Apple Especializada.Fonte: Pexels

Quando notar que seu aparelho está superaquecendo, você deve levar imediatamente para uma Assistência Técnica Apple Especializada.

Muitas vezes, a causa desse problema é simples de resolver. O mesmo não acontece se você persistir na utilização de um aparelho superaquecido. O calor gerado pode danificar permanentemente componentes vitais para o funcionamento, e o reparo nesses casos pode acabar não compensando.

Portanto, atenção e corra para a manutenção antes que o “motor” do seu Mac ou iPhone comece a fundir.

5 – O custo do reparo é muito alto

Por fim, como foi falado em praticamente todos os outros tópicos, o custo do reparo do seu aparelho deve ser levado em conta. No geral, se o valor a ser pago pelo conserto for mais do que 30% de um novo do mesmo modelo, não costuma valer a pena, ainda que seja um problema solucionável.

Se for um aparelho com muitos anos de uso, deve-se repensar ainda mais, afinal, eletrônicos mais antigos têm menos peças de reposição e consertos. Nesses casos, as peças de reposição acabam não sendo novas, o que pode significar mais problemas em pouco tempo.

Usuário deve avaliar: consertar ou comprar um novo aparelho? Fonte: Pixabay

Ou seja, coloque tudo na balança e veja se vale a pena consertar ou comprar um aparelho novo ou usado de boa qualidade. 

E aí, você curtiu esse conteúdo sobre os cinco problemas que não têm reparo? Então, compartilhe com os seus amigos e amigas!

Aproveite também e se inscreva agora em nossa newsletter e fique por dentro do melhor conteúdo sobre o Universo Apple com a iCaiu. Até mais!

Mais Notícias

Todos os posts carregados