Quais são os riscos de você consertar seu iPhone sozinho?

Realizar o reparo de um iPhone por conta própria com um tutorial parece ser uma boa ideia para economizar dinheiro, mas isso é um erro fatal! Saiba mais.

Publicado em: , por Lucas Eliel

Homem tentando trocar tela de iPhones por conta própria

iPhone quebrado ou amassado? Tela riscada? Problemas de software, hardware ou defeitos de fabricação? Apesar da qualidade reconhecida mundialmente da linha de smartphones da Apple, com o tempo de uso ou com quedas recorrentes, o nosso companheiro de todas as horas pode começar a apresentar alguns problemas.

Mas será que compensa você mesmo consertar o seu aparelho? Quais seriam os riscos, ainda que você tenha algum conhecimento nesse tipo de manutenção?

Confira a seguir quais são os riscos de consertar seu iPhone sozinho.

Vale a pena?

Com a internet disponível na palma da nossa mão, o conhecimento sobre vários tópicos também pode ser acessado facilmente por todos.

Quando o assunto é manutenção de smartphones — incluindo a do iPhone — isso não é diferente. Há textos e vídeos com tutoriais de como realizar o reparo dentro de casa, na comodidade de seu lar, sem “perder tempo” se locomovendo… e sem o transtorno de ter que passar alguns dias longe do seu celular.

Mas, nem tudo é tão simples quanto parece. Apesar das aparentes vantagens, há muitos riscos envolvidos nessa prática.

Avaliação errada do problema

Caso não seja um técnico, quem garante que você fará a avaliação correta do problema do seu celular? Corre-se o risco de estragar o que está funcionando bem, o que poderá deixar o problema ainda mais difícil de ser solucionado.

Tutoriais não confiáveis

Ainda que seja feito com boas intenções, muitas vezes não há garantias por parte do internauta de que o tutorial de manutenção disponível na internet seja, de fato, um conhecimento técnico transmitido. E quando o assunto é tecnologia, qualquer erro pode ser fatal.

Kit de ferramentas para reparo de iPhones

Perda da garantia

Esse é outro problemão. Caso o seu iPhone ainda esteja na garantia — o aparelho da maçã tem 12 meses de garantia, estendíveis por até três anos —, e você tente uma manutenção em sua casa, essa garantia será perdida.

Vale lembrar que o mesmo acontece caso você pague pela manutenção em uma assistência técnica não-autorizada.

Lembrando que problemas de hardware, software, defeitos de fabricação e problemas físicos (desde que não ocasionados pelo mau uso) são resolvidos gratuitamente se o seu iPhone ainda estiver na garantia.

Custo-benefício

Acima de tudo, com garantia válida ou não, buscar uma assistência técnica especializada para o seu iPhone vale a pena pelo custo-benefício. Afinal, ao consertar seu iPhone em uma assistência especializada você terá a certeza de estar deixando seu aparelho nas mãos de técnicos capacitados e os custos dos serviços tendem a ser menores do que os realizados em uma autorizada Apple.

Por isso que a iCaiu possui mais de 3.800 avaliações 5 estrelas no Google e no Facebook tendo servido mais de 40.000 clientes como indicativos das vantagens de realizar o reparo de iPhones com uma assistência especializada Apple.

Mais Notícias

Todos os posts carregados