O que esperar da Apple em 2021?

A maçã deve manter o cronograma intenso de lançamentos e introduzir ao público um novo conceito de conectividade no iPhone 13.

Publicado em: , por Bia Lemos

Se a maioria das pessoas contavam as horas para se despedir de 2020, a Apple não tem do que reclamar. Mesmo diante de um cenário caótico, que paralisou a indústria por meses a fio e prejudicou a economia global por conta da pandemia de Coronavírus, a gigante californiana registrou lucros consideráveis. Em 2020 a empresa lançou cinco iPhones e duas novas versões do Apple Watch

Este ano, em um cenário mais estável e com a vacinação em andamento em vários países, a Apple deve se destacar ainda mais com os sucessores do iPhone 12 e novas gerações do iPad Mini e iPad Pro. É claro que ainda há muitas especulações sobre o futuro da empresa de Steve Jobs, mas algumas novidades são dadas como certas pela mídia estrangeira. Leia abaixo.

iPhone 13

Would you buy this iPhone 13? | iMore
Fonte: Reprodução

Essa novidade é um tanto quanto óbvia, já que a Apple costuma atualizar sua linha de iPhones anualmente. Os iPhones 13 devem chegar no segundo semestre, em 4 versões, sendo duas de entrada, com telas de 5,4 e 6,1 polegadas, e duas na categoria Pro, com telas de 6,1 e 6,7 polegadas.

O design deve seguir o mesmo conceito dos iPhones 12. Especula-se, entretanto, que os novos smartphones da Apple cheguem ao mercado sem portas de entrada, utilizando apenas carregamento magnético. 

AirPods 

Comprar AirPods Pro - Apple (BR)
Fonte: Reprodução

A Apple e outras empresas de tecnologia caminham para um futuro com menos fio. Por isso, a previsão é que em 2021 cheguem novas gerações de fones bluetooth. De acordo com Ming-Chi Kuo, um dos analistas mais respeitados do setor, o AirPods 3 deve passar por mudanças singelas no design e receber novos componentes, aumentando sua eficiência.

Novos Macs

Trocar o HD por um SSD pode turbinar seu iMac ou MacBook antigo?
Fonte: Reprodução

 No ano passado a gigante iniciou a transição de processadores Intel para o M1, primeiro chip produzido pela Apple para equipar Macs. Este ano, a companhia deve expandir sua linha de computadores com processador próprio. Para a Apple, o M1 é um divisor de águas, pois antes de seu desenvolvimento, era necessário utilizar vários chips para diferentes funcionalidades. Agora, tudo isso é oferecido em uma única peça.

Além dos computadores pessoais, outros produtos da Apple devem aderir ao chip ARM, como o iMac de 24 polegadas e o Mac Pro. Alguns especialistas também apostam na chegada de um MacBook Pro de 14” até o fim do ano. Os novos modelos passariam, de acordo com a previsões de experts em tecnologia, por aprimoramentos e receberiam telas com tecnologia Mini LED, diminuindo o gasto de bateria e melhorando a intensidade das cores. 

Por enquanto, só nos resta esperar um pronunciamento da Apple, ou quem sabe um spoiler do que está por vir. Mas uma coisa é certa, 2021 será um ano agitado para a maçã.

Mais Notícias

Todos os posts carregados